terça-feira, 26 de maio de 2009

Bisca lambida

E nisto estamos no meio do jogo.

E vamos à procura de mais e mais.

Deixamos de temer o risco. O importante é abrir o quadro e marcar, marcar, marcar... Voltamos... Já mostraram o resultado? Não?... Bolas!... Passa mais uma hora...

Voltámos para outros campos onde já tínhamos estado. Novidades? Humm... Então?... Está tudo na mesma?...

Voltamos ao nosso campo. Não mostram nada... Suspenso de resultados. Outra vez... Então?... Não vem ninguém?... E o que tive de pensar... Que chatice... Fiz algum erro... Deixa ver outra vez... Sim... É... Está tudo certo... É aguardar. Alguém há-de vir... E está tão giro!!! Vá lá! Não me façam isso!...

Criamos um novo jogo. Agora é mais complexo, aguardamos o resultado das nossa apostas prévias, mas temos de estar atentos ao nosso campo também. Há que dar resposta, contra-atacar, tudo a tempo. Não podemos baixar os braços!

De repente surge o primeiro... Batota! Então não tenho os resultados lá e apareces-me aqui? Não! Penso... Mas não digo nada... Vou à luta. Assim... Isso... (Que gozo!... É... Pois, isso mesmo!)

Já está! Pimba!...

E aqui deste lado? Boa! YES!!!!!... Pois... Isso mesmo! Ena!... Que fixe! (Já venho...)

Ahhh pá! Nunca me teria lembrado disso!!! Vá... beijos...

Ora, fecho esta... Abro... Aqui!

Olha!... Não está mal!... Mas já vi melhor... Vi melhor?... Fiz melhor!!!

Mas ninguém disse nada... Não importa... Isto é mesmo assim. Uns dias ganha-se, outros perde-se. É igual para todos... Esquece... Vamos a outra...

Olha... Aqui... Não tinha visto esta... Que calinada!... E não vi... Apago? Não... Vou gozar com isto!... Pois, assim já ninguém nota... Boa! Até parece que foi de propósito!

Volto lá... Ah! Assim está bem, ora... pois claro. Já sabia!... Isso também eu queria! Ná! Nada disso... Não! Eu não disse isso!... Calúnias!... Já vais ver...

"Obrigado"?... O tanas!

"Anónimo"... Pois, assim é fácil. Vai-te lixar!

Acrescento... Não, não é isso! Deixa ver... (Apago a linha toda).

Pois... Talvez assim. Vá!

Fico à espera. Mais um dia...


É assim, a mecânica da blogosfera.

Depois há toda uma panóplia de sentimentos que podemos misturar ou tentar demonstrar, e compreender, ideias mais ou menos arrojadas... Trazem colorido à festa.


É um desporto violento, não aconselhável aos mais frágeis.


© CybeRider - 2009

6 comentários:

Caçador disse...

Pois...

tá bem...

talvez comente...

talvez não...

É que...

não sei...

o que...

dizer...

Olha...

um abraço...

CybeRider disse...

Esse também é o meu problema! :)

Está tudo dito...
Mas eu não disse tudo...

Não é preciso dizer nada. Basta ir pondo as cartas na mesa.


- Joga.

Um abraço! :)

Soraia Silva disse...

Bem rapaz (se o devo dizer assim), sempre consegui ler as tuas entrelinhas (ou seja, dos textos), mas desta vez, conseguiste mesmo baralhar-me!!!
será esse o jogo?
é que se for para jogar à pesca, eu nao pesquei nada daqui eheheheheheh


beijinho :)

CybeRider disse...

Olá Soraia!
Pessoalmente acho que jogas muito bem. Por isso não me venhas cá dizer que não percebeste nada e que te baralhei e assim... :)

Acho que esta tua jogada é que foi para me baralhar.

Continua! És uma vencedora!

Beijinho :)

Nirvana disse...

Pois... e tal... e coisa... quase que me enganavas. Bisca lambida...meio do jogo... Ena, vamos falar de futebol... ;)...

Qual quê... nada disso... vamos falar do vício... pois... sim, sim...

Afinal não assim tão diferente do futebol. Senão vejamos: no futebol, trata-se da equipa da casa, tenta-se que não faça má figura, que tenha uma boa imagem, que progrida, que tenha bons resultados, que tenha assistência, e se o estádio está vazio, fica-se triste. Os adeptos chegam e começa a melhorar. Porque vêem por nós. Aprendemos um pouco com as equipas visitantes, esperamos que elas cheguem, mas também gostamos de ir jogar ao campo delas. Uns dias ganha-se, outros dias perde-se.

Afinal, eu até tinha razão..
blogosfera e futebol têm tudo a ver...

Adorei... não anonimamente.
Beijinho

CybeRider disse...

Olá Nirvana!
Já começava a achar que este era mesmo hermético. E não estava a perceber porquê, porque o senti... :)

É isso exactamante! E eu sou péssimo a arranjar equipas. Só jogo onde sinto "aquela" vibraçãozinha, nem sempre pelas mesmas razões.

Mas sinto que cada uma destas pequenas caixinhas de ideias acaba por formar clubes mais ou menos restritos, basta pensar que são vários milhares só em português e muitíssimos mais em cada uma das outras línguas... O que torna o nosso esforço/prazer absolutamente elitista. Acabamos por reunir uma pequeníssima elite que para o mal ou para o bem nos escolhe (e que acolhemos) para partilhar o que nos passe pela cabeça.

Como um grupo que se junta para umas simples partidas de cartas e sem o qual já não passamos ao fim de pouco tempo.

E isto é absolutamente fantástico, porque nunca me tinha apercebido que poderia ser assim (e nalguns casos até não é...) com tanta vida.

Beijinho!