domingo, 22 de março de 2009

Auto-biografia 2 (de 2)

Agradeço às mulheres:

Uma mama na boca;
Uns pares de cuecas à mostra;
Outros tantos em baixo;
Um sorriso à janela;
A descoberta da diferença fundamental;
O prazer dos dias de greve.
Um pontapé no cu;
Um estalo que dei;
Um excerto do Jesus Christ Superstar;
Brincadeiras num corrimão;
Uns estalos que levei;
Livros que li;
Filmes que vi;
Quadros que admirei;
Música que ouvi;
A pornografia;
Os passes de dança;
Uns "não quero";
O primeiro beijo;
Uns "está bem";
Amizades que fiz;
Dias e noites memoráveis;
Lisboa à noite;
Uma Festa do Avante;
A maioria das virtudes;
Um autocarro perdido;
Amizades que desfiz;
Alguns conselhos;
Outros estalos que levei;
Algumas das minhas lágrimas;
Algumas das suas lágrimas;
Outra mama na boca;
Areia no sexo;
O "Não faz mal...", pouco sincero;
O "Mais depressa!";
O "Mais devagar!";
O "Espera. Espera..."
O "Meu Deus!";
A aprovação, com sinceridade;
Outras lágrimas.
A felicidade de amigos;
Um filho;
Os melhores manjares;
O divórcio de alguém próximo;
A minha auto-confiança.




© CybeRider - 2009

6 comentários:

Caçador disse...

Estalos, murros, pontapés... vida violenta a tua. Fogo!
E valeu a pena tanta agressão?

CybeRider disse...

E não falei das reguadas da primária, essas não agradeço a ninguém!

Já agora, um desses estalos tinha 14 anos, chamei à miúda "nariz de picareta" à frente da turma toda. O que é que fazias no lugar dela?

Acho que vou passar cada uma destas linhas a título e desenvolver cada um desses temas. Senão já estou a ver que saio disto cheio de nódoas :))))

Humm... Dá à volta de 100 textos... O pior vai ser falar dos desafios de xadrez...

Chapa disse...

Não me pareces muito grato às mulheres, pudera, as gajas tratam-te mal. Desde a tua mãe que te pôs na rua poque não pagavas renda, até às gajas que te obrigaram a ir à festa do avante. Salvam-se umas simpáticas que te deram mama.

CybeRider disse...

Tem sido uma vida dura Chapa. Tens mais razão do que pensas. Tudo o que escrevi é verdade, mais ou menos por essa ordem; e lembro-me de cada uma dessas trivialidades que me marcaram para o bem ou para o mal.

Tem sido difícil fazer a descolagem dessa barbárie para este mundo (pacífico e pacato), e para me tornar no indivíduo tímido, gentil e sociável, que tento (muitas vezes sem sucesso) ser hoje. [ :)))) ]

pepita chocolate disse...

Estas tuas constatações estão giras!

Obrigada pelo teu comentário no meu blog. ès sempre bem-vindo! Volta se quiseres!

Beijoca!

CybeRider disse...

Obrigado Pepita Chocolate.
Foste muito simpática. Claro que voltarei!

Beijoca!